21 de Julho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Segunda-feira, 29 de Março de 2021, 06:30 - A | A

Segunda-feira, 29 de Março de 2021, 06h:30 - A | A

EFEITO PANDEMIA

Vereadores aprovam projetos que consideram atividades religiosas e físicas como essenciais em Campo Verde

Os dois projetos seguem agora para análise e sanção do prefeito

Da Redação

Os vereadores de Campo Verde aprovaram por unanimidade dois projetos de lei, que classificam as atividades religiosa e físicas como essenciais no município. Agora os projetos seguem para a sanção do prefeito da cidade.

O projeto de lei 02/2020, que estabelece que igrejas, templos religiosos de qualquer culto e as comunidades missionárias se tornem atividades essenciais em Campo Verde, foi apresentado pelo vereador e presidente da Câmara Cleberson Rodrigues Gonçalves de Oliveira, popularmente conhecido como Clebinho do Judô. Como justificativa para a apresentação do projeto, o vereador ressaltou que as igrejas acabam prestando um serviço psicológico e emocional para todas as famílias.  “O Projeto do Legislativo Municipal vem para ajudar essas entidades a dar continuidade nos cultos e missas com a presença da população com todas as medidas de segurança solicitadas pelos órgãos de saúde municipal, e prestando também um serviço de apoio emocional e psicológico para todas as famílias, principalmente nessa época de pandemia e isolamento social que todos vem sofrendo”, frisou.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

O autor do projeto, ainda utilizou como base a Lei Federal 13.976/20 que considera como essencial as atividades religiosas. Bem como a constituição federal, que em seu artigo 5º, inciso VI, diz ser inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias.

“Os templos são o último reduto de fé e esperança da população. As portas da igreja fechadas significam descaso e falta de consideração por aqueles que se encontram desesperados em busca de ajuda”, argumenta o vereador no projeto que foi aprovado.

Já o projeto 03/2021, tem autoria também de Clebinho do Judô, juntamente com os vereadores Francisco Silvio Pereira Cruz e Maria Janaína Santos Guilherme, e estabelece a prática da atividade física como essenciais para a saúde de toda a população do município.

Segundo os parlamentares, o objetivo do projeto é manter as academias de Campo Verde atendendo a população com todos os cuidados recomendados e exigidos pelos órgãos de saúde proporcionando mais saúde e bem-estar para a população.

“Não há como não dizer que algumas das comorbidades que podem ser prevenidas pela prática constante dos exercícios físicos, estão diretamente relacionadas ao índice de letalidade da Covid-19, como cardiopatias, diabetes e obesidade por exemplo, e a restrição dessas atividades restringe as pessoas a terem acesso a meios que combatem essas doenças, em um momento em que isso é condição fundamental para manter a vida”, diz parte da justificativa do projeto.

Os dois projetos seguem agora para análise e sanção do prefeito da cidade de Campo Verde.

 

LEIS ESTADUAIS

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) aprovou, na semana passada em primeira e segunda votação, o projeto de lei que considera as atividades religiosas como serviços essenciais durante a pandemia da Covid-19. O projeto é de autoria do deputado Silvio Fávero (PSL), que morreu de Covid-19 há menos de 15 dias.

Para os deputados, a abertura de igrejas e outras atividades religiosas devem ser classificadas no estado como essencial.

“Essa aprovação reconhece o quão importante tem sido as igrejas na luta contra a Covid-19, no trabalho social, espiritual e de evangelização junto aos fiéis. A matéria vai para a sanção do governo”, declarou o deputado estadual Thiago Silva (MDB), coautor do projeto.

No projeto, Fávero havia pontuado ‘a atividade religiosa, garantida pela Constituição Federal, é essencial, pois a fé exerce papel fundamental como fator de equilíbrio psicoemocional à população. Sua função tem papel indiscutivelmente relevante no atendimento e promoção da dignidade da pessoa humana, princípios de direito fundamental do ser humano’.

Para se tornar lei, o projeto deve ser aprovado pelo governo de Mato Grosso.

Os serviços essenciais são considerados aqueles que não podem ser interrompidos, como o atendimento médico e hospitalar, de assistência social à população em vulnerabilidade, e atividades de segurança pública e privada.

Também foi aprovado no ano passado o projeto de lei que considera como essenciais no estado a prática de atividade física.

Vale destacar que é classificada como atividades e exercícios físicos aqueles realizados tanto em ambientes públicos quanto privados desde que observadas todas as regras sanitárias previamente definidas. Sendo assim, as academias estão inclusas nessa garantia.

VÍDEO

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]