12 de Junho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Segunda-feira, 13 de Julho de 2020, 06:30 - A | A

Segunda-feira, 13 de Julho de 2020, 06h:30 - A | A

X DA VIDA

PM se alia a campanha contra violência contra a mulher

Vídeo que tem a participação de policiais femininas divulga ação “x da vida”

Da Redação

Uma novidade no combate a violência contra a mulher, vem tomando conta das redes sociais e ajudando milhares de vítimas, que diariamente sofrem agressões físicas e verbais, muitas vezes de maneira silenciosa. Com intuito de divulgar essa campanha e criar essa rede de apoio em Campo Verde a Polícia Militar lançou um vídeo, com a participação de policiais femininas da cidade falando sobre o “x” da vida.

 

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Uma pesquisa recente sobre a violência contra mulheres no Brasil concluiu que mais de 500 mulheres são agredidas fisicamente a cada hora. E na maioria dos casos, por pessoas conhecidas.

Segundo o levantamento do Datafolha, encomendado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 16 milhões de mulheres acima de 16 anos sofreram algum tipo de violência: 3% ao se divertir num bar, 8% no trabalho, 8% na internet, 29% na rua e 42% em casa.

A pesquisa mostra que 76% das mulheres vítimas de violência contam que conheciam o agressor, essa realidade também se aplica a Campo Verde, onde os casos de violência domésticas tem aumentando bastante.

A soldado Karine, da PM Campo Verde que participou do vídeo, comentou que os casos têm aumentado na cidade durante o período de pandemia, ela acredita que a proximidade dos agressores com as vítimas em casa, causam muitos danos, não que eles não aconteciam antes, mas que agora são muito mais frequentes.

“Muitas vezes, ainda mais agora, os agressores podem estar sempre próximos, então é uma maneira velada e muito eficiente de pedir ajuda, a recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) que iniciou essa campanha em nível nacional, seria de entrar em contato com as farmácias para firmar essa rede, nós vamos realizar esse trabalho aqui, mas queremos até expandir e alertar os demais comerciantes, que se ver essa situação, esse pedido de ajuda que ligue para a polícia e avise sobre o caso,” explicou Karine.

Vale ressaltar que o comando da Polícia Militar ao saber da iniciativa, deu muito apoio para as policiais, para que o projeto fosse implementado na cidade, ainda segundo Karine o melhor caminho é que quando acontecer a primeira vez, as mulheres já denunciem, mas se não conseguir, nunca é tarde para se livrar desta tortura, ela lembrou que fica tarde somente no momento que a vítima sofre um atentado, ela ressaltou que a maioria das vítimas de feminicídio, antes sofreu algum tipo de agressão e muitas vezes deixou passar.  

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]