15 de Junho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Sexta-feira, 12 de Junho de 2020, 06:30 - A | A

Sexta-feira, 12 de Junho de 2020, 06h:30 - A | A

CAIU NA REDE

Denúncia de morador sobre erosão gera polêmica em Campo Verde

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, diz que caso já está sendo analisado pelo Ministério Público

Da Redação

Uma denúncia de um morador de Campo Verde sobre uma grande erosão no Bairro Santa Rosa vem gerando polêmica, duas empresas estão envolvidas neste caso, a Amazon Construtora, que criou o loteamento e Concessionária dos serviços de água e esgoto do município, Águas de Campo Verde, ambas consultadas pela reportagem negaram a responsabilidade.

O morador Magno Ronnis, que realizou a denúncia primeiramente pelas redes sociais, disse que: “Um amigo que mora na região já havia reclamado quanto ao problema, ele reside em uma propriedade rural que fica abaixo de onde se inicia a erosão, quando chove a água desce com muita força destruindo tudo que tem pela frente. Além disso, a área está degradada, também com uma erosão. Então por curiosidade eu subi até aqui em cima para ver do que se tratava e vi esse cano, que na época de chuva não para de vazar”. O denunciante ainda completou que não sabe de quem seria a responsabilidade, se é da Concessionária ou da Construtora, mas alega que algo tem que ser feito na região para tentar reparar os danos causados.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

“Eu sugiro que as autoridades competentes façam algo em relação a isso, não é a primeira vez que eu chamo atenção quanto a essas erosões e vazamentos na cidade. Essa empresa Águas de Campo Verde, não sei se tem culpa nessa questão, mas foi realizada uma CPI onde o Procon foi um dos principais parceiros, que encontraram inúmeras irregularidades, até agora não vimos nenhum resultado. Acredito que precisa de mobilização social para as coisas acontecerem na cidade, que parta primeiramente do poder público, tenho certeza que muita gente vai apoiar”, finalizou Magno.

Nós entramos em contato com a Águas de Campo Verde, o supervisor da empresa em Campo Verde Evandro Santos, afirmou que o cano não tem nada a ver com o sistema de esgoto, e ainda que a empresa não contribuiu para essa erosão. 

A reportagem também entrou em contato por telefone com o responsável pela Amazon Construtora, que disse que a empresa entregou toda a administração dos sistemas de drenagem de água e coleta de esgoto há oito anos, para prefeitura e Caixa Econômica Federal, que depois repassaram para empresa responsável, que por esse motivo não acredita que a empresa tenha responsabilidades nesta questão.

Porém, em contato com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, a resposta foi de que este caso já está nas mãos da promotoria. Ainda segundo a Secretaria, a erosão é de responsabilidade da Amazon Construtora, que o caso está na justiça, onde eles já foram condenados a pagar uma indenização e reparar o dano ambiental.

“Especificamente sobre este cano da foto já foi realizado um laudo e testes para verificar se era água tratada ou esgoto. Foi enviado amostra ao laboratório também para verificar se é água potável ou decorrente de esgoto, a olho nu não tem como fazer um posicionamento correto. A dúvida sempre existe, e quando ela persiste, somente com a coleta e resultado das análises para fazer um posicionamento seguro e correto”, comentou o coordenador de meio ambiente Edson Castro.      

Agora tem que aguardar o laudo da perícia laboratorial para saber se existe ou não a contaminação de esgoto na água, para que depois providências cabíveis sejam tomadas.  

VÍDEO

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]