25 de Junho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Quarta-feira, 06 de Maio de 2020, 08:11 - A | A

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020, 08h:11 - A | A

CIDADE

Crise econômica devido à pandemia não vem afetando muito alguns setores

Muitas pessoas estão investindo para sair do aluguel mesmo durante a pandemia.

Paulo Pietro
Campo Verde

A crise causada pelo Coronavírus está indo muito além dos problemas de saúde, que são conhecidos do nosso público. Vários setores da economia estão sofrendo principalmente com a falta de confiança do mercado, mas percebemos que em Campo Verde um deles não foi muito afetado, a construção civil, principalmente para quem está com pressa de fugir do aluguel.

 

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Nossa reportagem andou por alguns novos loteamentos da cidade e conversou com moradores recém chegados, que conseguiram concluir seu objetivo, mesmo com as construções inacabadas eles entraram em suas casas próprias e se livraram de contas pesadas de aluguel.

 

Esse é o caso de Washington Rocha, morador que havia acabado de se mudar para o Bairro Greenville II, ele comentou que “com muita dificuldade juntamos o dinheiro primeiramente para dar entrada no terreno, depois para realizar essa pequena construção, que foi concluída no último sábado (2). Hoje (04) nos mudamos, a casa ainda está por terminar, tem somente o contrapiso e ainda falta rebocar, pintar e subir as divisórias internas, mas estamos muito contentes por finalmente morar no que é nosso.” Washington é pai de família, casado com um casal de filhos pequenos, e a residência mesmo que pequena, significa muito para eles, “com certeza ter a casa própria é um sonho de muitas pessoas, essa casa aqui é pequenina, para alguns pode não significar muita coisa, mas para nossa família é um sonho, agora vamos fugir do aluguel e aos poucos vamos construindo o que falta e aumentando a residência,” completou.

 

E assim como Washington, encontramos outros vizinhos que estavam terminando suas construções, todos tem em comum um objetivo claro, fugir do aluguel, mesmo que as construções são de baixo custo em sua maioria, contrataram algum profissional ou mesmo ajudante para conclui-las, gerando um movimento neste setor na cidade.     

 

O construtor Francisco Aprígio também estava trabalhando no Bairro junto com outros dois companheiros. Eles estavam construindo uma residência de cerca de 50 m², contratados por um casal, que também quer terminar o quanto antes a parte básica para poder entrar na casa, segundo ele nos revelou, seu trabalho neste momento está focado em dar as mínimas condições para que eles pudessem entrar na residência. Como nos demais casos, eles não vão esperar a casa estar totalmente acabada para residir.

 

Francisco disse que apesar de o mercado das construções maiores e em consequência mais lucrativas estarem em baixa, não faltam pequenos serviços, que garantem o ganha pão dos trabalhadores.

 

Existe também, quem mesmo com dificuldades está enxergando uma oportunidade de investimento, esse é o caso de João Garza, que nos confessou que “mudei aqui no último sábado também, como os demais vizinhos construímos com dificuldades, um ajudando o outro, para terminar. Mas no meu caso não estou saindo do aluguel, na verdade estou tentando ganhar um, me mudei para cá ainda sem terminar para desocupar a minha casa para alugar, com a renda de lá conseguimos investir aqui e aos poucos vamos ter dois bons imóveis.”

VÍDEO

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]