25 de Julho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Segunda-feira, 06 de Setembro de 2021, 06:30 - A | A

Segunda-feira, 06 de Setembro de 2021, 06h:30 - A | A

COVID-19

Comitê flexibiliza restrições em Campo Verde

Profissionais da saúde do município e alguns professores da rede municipal e estadual, não apoiam as mudanças do decreto

Da Redação

Segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde, Campo Verde segue na classificação de risco baixo para a contaminação da Covid-19. Com 28 casos ativos, sendo apenas 3 hospitalizados, o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 decidiu propor novas mudanças ao decreto em vigência, flexibilizando as medidas de prevenção à doença, mesmo com protesto de parte da população, que pensa ser arriscado o afrouxamento das regras. 

A partir da publicação do novo decreto na quinta-feira (2), algumas mudanças entraram em vigor:

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

– Horário do comércio, que era até 23h, foi estendido para até 0h00;

– Toque de recolher de 0h30 às 5h;

– Reuniões familiares em residências, que antes poderiam contar com no máximo 10 pessoas, agora podem contar com no máximo 15 pessoas;

– Templos religiosos podem funcionar com até 70% da capacidade;

– Música ao vivo em bares e restaurantes, desde que não permitam danças e atendimentos em pé;

Outra mudança que não estava no decreto, mas vai impactar a população, diz respeito ao funcionamento das escolas da rede municipal de ensino. Que vão funcionar agora com 70% de sua capacidade, não mais os 50% estipulados antes, o mesmo vale para o transporte escolar, que vai poder trazer mais alunos de uma única vez.

A decisão foi tomada depois de uma reunião da equipe Covid-19 do município e foi referendada pelo prefeito. “O Comitê analisou que podem ser feitas algumas alterações na nossa realidade. O Comitê procura permitir que a população volte aos afazeres normais, mas sempre com responsabilidade técnica, obedecendo as normas”, destacou Alexandre Lopes.

O secretário de Saúde de Campo Verde, Luiz Artur Zimmermann Antônio, destacou que essa flexibilização só foi possível pelo nível de comprometimento do comércio, da administração pública e da população, mesmo fazendo uma ressalva com a questão da nova variante Delta.

“Estamos nessa situação hoje, de risco baixo no município, depois de várias semanas em risco moderado, graças ao apoio de toda a sociedade, do comércio local e do trabalho feito pela prefeitura. Temos que manter, essa é a estratégia, assim como seguir com o plano de vacinação”, afirmou.

O secretário destaca a importância da imunização completa, com a aplicação da segunda dose. De acordo com ele, muitas pessoas estão deixando de comparecer ao ponto de vacinação para a segunda etapa da vacina.

“Temos toda a estrutura da Vigilância Epidemiológica atuando lá no CAI (Centro de Atendimento ao Idoso), estamos com as vacinas reservadas para a segunda dose. É importante que o cidadão busque essa segunda dose, porque é somente através da imunização completa que vamos vencer essa pandemia”, destacou.

Por outro lado, o secretário também lembrou que a variante Delta já está presente em cinco estados brasileiros, inclusive houve casos suspeitos em Mato Grosso, que acabaram sendo descartados, até o fechamento da edição, por isso pede que a população saiba aproveitar com cautela a “liberdade”.

Porém, profissionais da saúde do município e alguns professores da rede municipal e estadual, não apoiaram as mudanças do decreto, eles lembraram que todas as vezes que foi aberto precedentes para população se aglomerar durante a pandemia, os casos voltaram a subir no município.    

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]