20 de Julho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Segunda-feira, 05 de Abril de 2021, 06:30 - A | A

Segunda-feira, 05 de Abril de 2021, 06h:30 - A | A

COVID NA GESTAÇÃO

Casos de Covid-19 na gravidez chamam atenção para o problema

Em Campo Verde, há relatos de gestantes que perderam os bebês e inclusive de uma grávida que está na UTI

Da Redação

Um problema que vem se acentuando durante essa “segunda onda” da Covid-19 em todo o estado de Mato Grosso, inclusive em Campo Verde, é em relação as gestantes que vem tendo casos mais graves da doença, com risco inclusive de abortos e até de morte. Segundo os dados da Secretaria de Saúde do Estado SES-MT, 12 gestantes morreram em 2021 devido a complicações da doença, um aumento de mais de 100% em relação ao ano passado.

Em Campo Verde, há relatos de gestantes que perderam os bebês e inclusive de uma grávida que está em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI Covid-19) do Hospital Coração de Jesus. Para falar mais sobre o assunto, convidamos o médico ginecologista e obstetra Willian Eduardo Eckert, que ressaltou os cuidados que as gestantes devem ter durante a pandemia.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Segundo o médico a doença atinge todas as pessoas, de diferentes faixas etárias e classe social, cada grupo de pessoas, conforme as condições reage a doença de forma mais ou menos grave. “A gestação apesar de não ser uma doença, faz com que o corpo das mulheres passe por uma série de adaptações para abrigar o feto. Nós sabemos que alguns desses fatores atrapalham tanto a forma de combater o vírus, como também algumas funções orgânicas, respiração, circulação, que podem se complicar no momento de uma inflamação causada pelo vírus, tornando a recuperação um pouco mais complicada”, alertou o profissional de saúde. 

Em Campo Verde alguns casos foram registrados da doença em gestantes, atualmente existe uma gestante que está com suspeita de Coronavírus Internada e tiveram outras que passaram pelo hospital também com quadros mais graves, as puérperas (mulheres que acabaram de dar a luz) também correm riscos maiores. 

“Durante a gestação em determinadas épocas, podem trazer problemas específicos, no comecinho, apesar de não existirem informações bem embasadas, sabemos que aumenta o risco dos abortos, no final existe a tendência de fazer um quadro respiratório mais grave e também de problemas relacionados a coagulação, que tem uma tendência normal para esses problemas nas gestantes, mas que são potencializados pela doença, trazendo riscos”, expôs Willian.

Porém, vale ressaltar que esses problemas acabam atingindo indiretamente o feto. Apesar de não existirem relatos que comprovem essa infecção ao feto, o médico ressalta que os problemas maiores, principalmente no terceiro trimestre, acabam afetando os bebês devido ao quadro da mãe, inclusive existem relatos até mesmo de descolamento de placenta e outras situações graves, onde o vírus pode ser prejudicial.

Como não existem protocolos bem definidos em relação ao tratamento específico das gestantes em relação a Covid-19, os tratamentos são iguais ao de outros pacientes, claro que devido ao risco, a atenção é redobrada em alguns fatores, como por exemplo quanto a hipercoagulação.

“O fato é que existe sim um risco maior para as gestantes, então os cuidados que todos devem tomar se aplicam sobre maneira as gestantes, que tem que se preservar, se cuidar, para não colocar em risco sua vida e a do bebê”, finalizou o Willian. 

VÍDEO

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]