15 de Junho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Quinta-feira, 03 de Setembro de 2015, 19:31 - A | A

Quinta-feira, 03 de Setembro de 2015, 19h:31 - A | A

CLIMAa

Campo Verde registra umidade relativa do ar de 10%

Hoje (03) a temperatura chegou a 38º e umidade pode ser comparada ao Deserto do Saara

Redação

Todos os anos os mato-grossenses sofrem com os invernos rigorosos que, diferentemente de outras regiões do país, registra altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar. Conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Campo Verde registrou na quinta-feira (03) 38º e umidade do ar de apenas 10%, se igualando a umidade registrada constantemente no Deserto do Saara índices considerados perigosos para a saúde e o bom funcionamento do corpo humano.

De acordo com Fernando Ribeiro, médico da Unidade de Saúde do Bairro Jardim América a associação do calor com a estiagem prolongada fez com que houvesse aumento na procura de auxílio na unidade, visto que, a maioria dos casos atendidos neste período são de pessoas com doenças respiratórias e alérgicas. “Nesta época do ano devido à baixa umidade, gases tóxicos e a poeira ficam mais difíceis de dissipar. Isso acaba criando uma espécie de ‘névoa seca’, que somada ao ressecamento das mucosas do aparelho respiratório podem provocar diversas doenças em idosos, pacientes com doenças crônicas como a asma e, principalmente em crianças, considerados do grupo de risco”, destacou.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

O clínico ressalta que nesta época do ano é muito importante o uso de umidificadores de ar nas residências e outros ambientes, pois o ar seco pode causar incômodo quando inalado, podendo causar sangramento nasal. “É importante que a pessoa tenha em casa ou no ambiente de trabalho um umidificador de ar. Caso não possua o aparelho, medidas simples como colocar um pano úmido no ambiente ajuda a reduzir o incômodo causado pela inalação de ar seco”, pontuou.

Silvio Loureiro, educador físico destaca que devido as altas temperaturas desta época do ano, o uso de roupas leves é essencial e, independente da prática de exercícios físicos ou não, as pessoas devem se manter atentas quanto à hidratação do corpo. “Para àqueles que praticam atividades físicas ou trabalhos que demandem grande esforço, o ideal é que a atenção seja redobrada e que haja um consumo de líquidos com mais frequência, bem como o cuidado com longas caminhadas e atividades que demandem grande esforço físico, no período entre 10 da manhã e 4 da tarde ”, finalizou.

cv

 

 

CUIDADOS EXTRAS

Devido a intensidade dos raios solares, um dos cuidados a sere tomados nesat estação do ano é o uso (sem moderação) de filtro solar, a fim de evitar doenças de pele, além de outros acessórios que auxiliem nesta função, tais como chapéus, bonés, óculos solar, roupas leves e de cores claras.

 - O consumo de alimentos leves como frutas, verduras e legumes também é recomendado. Alimentos pesados demandam mais tempo para serem digeridos e maior gasto de energia corporal, “pesando” no estômago gerando um certo incômodo em dias quentes.

- Cuidados redobrados devem ser tomados com as pessoas do “grupos de risco” (Crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias). Ofereça-lhes água com frequência e procure não deixá-los expostos por intervalos prolongados em locais com temperatura intensa ou sob a luz do sol.

 

- Para àqueles que possuem doenças como asma e rinite alérgica, o ideal é que a limpeza de casa seja feita com rodo e pano úmido, dispensando o uso de vassoura, a fim de evitar que a poeira fique suspensa no ar e cause uma crise alérgica.

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]