15 de Junho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Quinta-feira, 08 de Outubro de 2015, 18:28 - A | A

Quinta-feira, 08 de Outubro de 2015, 18h:28 - A | A

PROCISSÃO

1ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida será realizada, na segunda-feira

Celebração de fé inédita em Campo Verde será realizada na segunda (12) a partir das 16h

Ari Miranda

A Na tarde da próxima segunda (12), feriado nacional em que se comemora também o Dia das Crianças, a comunidade Católica de Campo Verde presenciará um momento inédito na história do município com a primeira edição da Romaria em louvor à Nossa Senhora de Aparecida, santa consagrada pela Igreja Católica como Padroeira do Brasil. A organização do evento fica a cargo da Paróquia São Miguel Arcanjo, localizada no Bairro Campo Verde II, região sudeste do município.

Com o tema Faça o que Ele vos disser (João 5:3), o evento terá um percurso de aproximadamente 8 quilômetros pelas ruas da cidade. O padre Valdemon Miranda, responsável pela Paróquia organizadora afirma que a proposta desta celebração é de se tornar uma tradição ressaltando que, além de louvar à Deus e a Nossa Senhora, um dos intuitos  evento é de unir a população local através da fé. “Essa realização é uma forma de cultivarmos a espiritualidade Mariana, servir e ir ao encontro dos nossos irmãos afastados. É assim que queremos a Igreja Católica, mais unida e solidária com os mais necessitados”, afirma o Pároco, que finalizou convidando a toda a população campo-verdense para participar deste momento de orações e louvores.

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

A concentração para início da 1ª Romaria de Nossa Senhora de Aparecida terá início às 16h na Comunidade Rainha dos Apóstolos, no Bairro Jardim Campo Verde e percorrerá as avenidas Ulysses Guimarães e Presidente Prudente de Morais; Rua São João Batista (Sentido à Avenida Toledo), e a reta final na Avenida Ponta Grossa, onde seguirão até a Comunidade Nossa Senhora de Aparecida, no Jardim América, onde será realizada uma missa campal em louvor à padroeira.

AOS PARTICIPANTES:

A comissão organizadora informa que os participantes da celebração poderão levar objetos para  bênção, tais como velas, água e objetos de piedade (terços, escapulários, imagens sacras, entre outros).

Devido ao horário de início da Romaria e o sol forte, alguns cuidados devem ser tomados, como o uso de roupas leves e claras para repelir a luz solar e evitar o calor excessivo, calçados confortáveis e apropriados para caminhada, protetor e óculos solar, o uso de boné ou chapéu para proteger o rosto e olhos, bem como levar consigo uma garrafa de água para manter-se hidratado durante o percurso.

A HISTÓRIA

A história de devoção à Nossa Senhora de Aparecida começaram no ano de 1717, quando os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves estavam encarregados de garantir o almoço do conde de Assumar, então governador da província de São Paulo, que visitava a Vila de Guaratinguetá,. Os três homens subiram o rio Paraíba e lançaram as redes sem muito sucesso até que, próximo ao porto de Itaguaçu, recolheram o corpo da imagem. Na segunda tentativa, trouxeram a cabeça e, a partir desse momento, os peixes pareciam “brotar” ao redor do barco.

Durante 15 anos, Pedroso ficou com a imagem em sua casa, onde recebia várias pessoas para rezas e novenas. Mais tarde, a família construiu um oratório para a imagem, até que em 1735, o vigário de Guaratinguetá erigiu uma capela no alto do Morro dos Coqueiros. Como o número de fiéis fosse cada vez maior, teve início em 1834 a construção da chamada Basílica Velha.

O ano de 1928 marcou a passagem do povoado nascido ao redor do Morro dos Coqueiros a município e, um ano depois, o papa Pio XI proclamava a santa como Rainha do Brasil e sua padroeira oficial.

A necessidade de um local maior para os romeiros era inevitável e em 1955 teve início a construção da Basílica, hoje conhecida como Santuário Nacional de Aparecida, no interior do estado de São Paulo, santuário que em tamanho só perde para a Basílica de São Pedro, no Vaticano.

 

O arquiteto Benedito Calixto idealizou um edifício em forma de cruz grega, com 173m de comprimento por 168m de largura; as naves com 40m e a cúpula com 70m de altura, capaz de abrigar 45 mil pessoas. Os 272 mil metros quadrados de estacionamento comportam 4 mil ônibus e 6 mil carros e 7 milhões de romeiros/ano.

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]