25 de Julho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Sábado, 10 de Dezembro de 2016, 12:37 - A | A

Sábado, 10 de Dezembro de 2016, 12h:37 - A | A

HOPITAL

ASAS emite nota explicativa

Referido documento é sobre as declarações realizadas na internet.

ASAS

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Referente a noticia publicada nas redes sociais, denominada FACEBOOK no dia 05 de dezembro de 2016 pela vereadora  Alaene Fernandes (BONECA), contrapondo na referida publicação temos a informar o seguinte:

e toda comissão da ASAS .....

Na reunião mencionada pela referida vereadora não houve participação de nenhum membro da ASSOCIAÇÃO -ASAS, bem como, nenhum colaborador da ASAS,sendo que a referida comissão foi constituída de servidos municipais com o fim precípuo de Acompanhamento de Recursos Repassados para a Associação ASAS, cujos pareceres desta comissão até então, estão em plena regularidade, e os demais apontamentos em curso, de natureza administrativa, não colocando em risco a continuidade da assistência aos usuários do SUS, tão pouco se enquadra como atos ilícitos.

 

foi pedido exoneração em massa dessa comissão....

Referente ao pedido de exoneração não temos nenhuma ligação, bem com, nexo causal, sobre os atos realizados por servidores do municípios pertencentes a esta comissão.

por não concordar com as atitudes da ASAS.....

Em relação às atitudes da Associação – ASAS, esclarecemos que nenhum dos servidores que compõe a referida Comissão possuem atribuições para realizar qualquer tipo de avaliação de atitudes tomadas por parte da Associação de cunho administrativo, sendo tão somente responsáveis por recebimento da prestação de contas mensal enviada com o fim de análise financeira e demais cláusulas conveniadas.

Falta de transparência na prestação de contas....

Quanto à questão mencionada que a ASSOCIAÇÃO- ASAS vem realizando os serviços conveniados com falta de transparência, informamos que os parâmetros que o departamento financeiro da instituição seguem são estritamente baseados em cláusulas conveniadas, que reza diversas instruções , como por exemplo: prazo de entregas ( mensalmente), notas fiscais, orçamentos, comprovantes de pagamento, conta exclusiva no banco do Brasil e demais informações pertinentes as rotinas de cunho contábil e financeiro, posteriormente remetida a Controladoria Interna do município para análise.

retalhação, perseguição e coação moral aos funcionários...

Referente aos argumentos que a instituição supostamente pratica, como: retaliação, perseguição e coação moral aos funcionários, solicitamos que a referida vereadora nos remeta mais informações concretas contendo nomes, datas, testemunhas para que possamos tomar as medidas judiciais e administrativas, visando os principio da ética, da moral e da verdade real, pois, a administração da ASSOCIAÇÃO –ASAS, sendo um empresa privada sem fins lucrativos e que executa serviços de saúde (serviço público), tem com princípios  a legalidade, impessoalidade, eficiência, moralidade e publicidade, não coadunando com qualquer tipo de conduta ilícita por parte de qualquer colaborador da entidade.

Tenho lutado incansávelmente para que esses atos não ocorressem todavia sem sucesso...

Em relação às condutas adotadas pela mencionada vereadora BONECA, informamos que causa estranheza quanto as afirmações relatadas no dia 05/12/2016, pois no dia 28/11/2016 tivemos uma reunião com aproximadamente 8  vereadores na Câmara dos vereadores deste município, onde a mesma vereadora analisou todo o relatório de atividades da gestão do serviço executado dos anos 2015  e 2016 apresentado com suporte de vídeo e planilhas, sendo que ela em nenhum momento questionou qualquer discrepância ou irregularidades quanto a execução do objeto contratado, se mantendo omissa, e na ocasião, ao ser interpelada pela associação juntamente com a Secretaria de Saúde, Sandra Badoco, que naquele momento se manifestasse quanto as conversas de corredores propaladas pela vereadora, esta na presença dos demais vereadores, preferiu silenciar, num momento tão importante realizado na casa do legislativo que ela representa juntamente com demais membros do executivo. A vereadora como parlamentar do legislativo tem em mãos a tribuna da Câmara Municipal a todo o momento à sua disposição, mesmo não se manifestando na referida reunião, poderia ela convocar a ASSOCIAÇÃO -ASAS para uma audiência pública usando a tribuna (ferramenta legitima) para solicitar esclarecimentos, ressaltando que em nenhum momento esta referida vereadora procurou a Entidade ou oficiou esta instituição denunciando tais fatos, agindo com leviandade contra esta instituição e intentando desestabilizar não só a Unidade Hospitalar,bem como toda a população de campo verde, usando o expediente das redes sociais (FACEBOOK), um canal de democracia que necessita ser usado com responsabilidade.

 

Maria A. Frazão Zunta

Presidente da Associação Social Amigos da Solidariedade

 

Nota Explicativa - Equipe Médica

 

Tendo algumas publicações transmitidas via rede social, canais Whatsapp e demais meios de comunicação temos a informar o seguinte:

Em relação aos comentários inverídicos e infundados nestes meios de comunicação, temos a relatar que a instituição realizou um Plano Orçamentário para o ano de 2017, onde se encontrava com algumas dificuldades para fechamento de valores disponibilizados para execução e continuidade dos serviços de saúde, geridos por esta Instituição, sendo que devido ao aumento de demanda identificada no decorrer do Contrato em vigência, observamos que se não houvesse medidas de contenção financeiras poderia ocasionar uma descontinuidade dos serviços prestados a esta população, tendo em vista o inicio das atividades atendendo mensalmente uma média de 2.500 usuários, e atualmente nos deparamos com um significativo aumento de demanda resultando num total de aproximadamente 5.000 usuários/mês.

Tendo em vista que a ASSOCIAÇÃO-ASAS não tem medido esforços para que honrasse com todos os compromissos financeiros (FORNECEDORES, COLABORADORES, PRESTADORES DE SERVIÇOS TERCERIZADOS, PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS), pois temos trabalhado incansavelmente para que nossos colaboradores e prestadores de serviços tenham os salários pagos em dia, informamos que todos os nossos compromissos estão em pleno andamento de liquidação conforme diversos ofícios encaminhados ao municipio, ainda que havendo valores parcelados de alguns deste acima mencionado, não estamos deixando desassistido nenhum dos usuários que aqui necessita de atendimento.

Se você usuário esta preocupado com a situação política (situação ou oposição) nós da associação, pessoas de ilibada índole, que VOLUNTARIAMENTE dispuseram seus nomes à disposição da sociedade para manter o serviço de saúde com o objetivo maior de SALVAR VIDAS.

Os interesses de certos grupos não podem sobrepor aos interesses maiores da nossa população, sendo regra geral da nossa Constituição Federal, onde interesse do particular não poderá jamais sobrepor ao interesse publico.

Tais medidas adotadas foram de suma importância e que, a maioria pertencente ao quadro médico desta instituição entenderam de maneira positiva e coerente a esta medidas adotadas, sendo eles sensíveis ao momento em que o nosso estado está vivenciando na saúde publica, onde se encontra uma desestruturação jamais vista no pais do sistema público de saúde, onde o usuário esta sendo abandonado em corredores sem atendimento médico, sem medicação sofrendo com situações desumanas.

Os resultados alcançados em conjunto com a gestão do município dentro da saúde de média complexidade, através do Hospital Coração de Jesus, tem refletido positivamente em diversos municípios do estado, ocasionado solicitações de diversos gestores municipais em busca de informações deste modelo de gestão, o qual a Associação vem realizando.

A ASSOCIAÇÃO- ASAS por regimentos internos não compactua com nenhuma imposição de natureza política de interesse adversos, e nem irá ceder a nenhum tipo de pressão que possa ocasionar prejuízos incalculáveis aos usuários do sistema SUS.

Comunicamos que tais profissionais médicos que estão veiculando noticiais inverídicas sobre possíveis demissões,por parte da empresa ASAS não reflete a realidade, pois os mesmos não concordaram com o reajuste financeiro realizado em seu plano orçamentário para o próximo ano, e de comum acordo entre eles e a entidade, decidiram não renovar os contratos de prestação de serviços findados no dia 30 de novembro,

Informamos que no momento, estamos com todos os serviços em regular execução desde o inicio do convenio existente, sem deixar nenhum tipo de especialidade sem profissional devidamente qualificado para atender a esta população, sendo tais serviços: Clinico Geral na porta de urgência e emergência, Pediatra, Cirurgião Geral, Ortopedista, Ginecologista /Obstetra e Anestesista e demais equipe de saúde e serviços de apoio.

Nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos complementares a todos os cidadãos e poderes constituídos neste município, e que as medidas administrativas e judiciais estão sendo tomadas em todas as partes envolvidas.

Atenciosamente,

 

Maria A. Frazão Zunta

Presidente da Associação Social Amigos da Solidariedade

VÍDEO

Comente esta notícia

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]