24 de Julho de2024


Área Restrita

NOTÍCIAS DE CAMPO VERDE Terça-feira, 06 de Setembro de 2016, 15:18 - A | A

Terça-feira, 06 de Setembro de 2016, 15h:18 - A | A

Politica

Entrevista com candidatos a prefeito de Campo Verde

Fábio Schroeter e Cesinha falam sobre como pretendem comandar a cidade.

Paulo Pietro
Campo Verde

Hoje as duas últimas entrevistas da Série especial Eleições 2016 do Jornal Diário e Portal Clique F5. Nós iniciamos essas entrevistas em março e agora estamos finalizando essa série com os candidatos a prefeito Fábio Schroeter e Antônio Cesar dos Santos, o Cesinha.

Nosso objetivo em 2016 foi o de manter os leitores bem informados sobre os preparativos para eleição, como cada partido iria se posicionar em 2016 e qual a proposta que cada um tinha para cidade. Ao todo foram 18 entrevistas, todas elas gravadas em vídeo e descritas no jornal Diário e Clique F5. Esperamos ter informado nossa população e ajudado na escolha dos melhores candidatos em suas concepções.  

✅ Clique aqui para seguir o canal do CliqueF5 no WhatsApp

Para finalizar essa entrevista os dois candidatos que vão disputar o cargo de maior destaque nessas eleições, os candidatos a Prefeito.  As entrevistas em vídeo podem ser acessadas pelo QR code ou pelo site www.cliquef5.com.br.  

 

Fábio Schroeter (PSB) é o atual prefeito de Campo Verde, ele que vai disputar a reeleição falou em manter uma gestão empresarial, que segundo sua visão está dando certo no município, confira a entrevista na integra.

O Diário:  Quais são os seus objetivos para Campo Verde ?

Fábio Schroeter: Primeiro assim, por que da reeleição. Em função da nossa atuação enquanto prefeito e da nossa aprovação que temos medido através de pesquisas internas, entendemos que era importante colocar nosso nome novamente a disposição para apreciação da população. Entre os nossos objetivos está melhorar tudo aquilo que já estamos fazendo e procurar aprimorar cada vez mais, é claro que com o apoio da população, estando próximo a ela, ouvindo o que ela tem a dizer e direcionando nossos trabalhos. Mas o objetivo é utilizar nosso aprendizado que conseguimos ao longo destes quatro anos, junto com nossa equipe que está bem preparada, para proporcionar o que tem de melhor para a população de Campo Verde. Poder proporcionar saúde, educação de melhor qualidade, infraestrutura, segurança, ou seja, pegar tudo que fizemos e melhorar cada vez mais para que a população tenha uma qualidade de vida cada vez melhor.

O Diário: Se eleito, quais serão seus primeiros atos ?

Fábio Schroeter: Nós já temos um planejamento para os primeiros 100 dias de governo, isso eu vejo com muita tranquilidade, nós temos muita capacidade de fazer, pois temos a casa arrumada, pessoal capacitado para fazer isso. Por exemplo, melhorar a segurança, qual é a parte da prefeitura, ampliar nosso monitoramento de segurança, para dificultar aqueles que quiserem cometer crimes. Investir em mais ambulâncias, para que agente tenha um transporte de melhor qualidade, nós já estamos fazendo esse trabalho, mas percebemos que as ambulâncias vão se deteriorando e precisamos ter um veículo de melhor qualidade, para fazer esse transporte. Enfim usando toda nossa experiência em prol da comunidade, nós já temos esse projeto detalhado e estamos mostrando ele durante a campanha, sobre esses primeiros 100 dias.

O Diário: E você pretende realizar mudanças no modelo administrativo ?

Fábio Schroeter: No modelo administrativo não, quero continuar com uma gestão empresarial, claro que guardados as proporções, que é bem diferente da administração particular. Mas eu peço que a população confie no Prefeito Fábio, na sua capacidade de gestão, de discernimento das coisas e as pessoas são importantíssimas para se realizar uma gestão, mas as pessoas podem mudar, é natural que isso aconteça, nós temos alguns objetivos para o próximo mandato, esses objetivos  vão ser alcançados através das pessoas. Se algumas pessoas não estiverem correspondendo com o que é necessário para chegar nos objetivos elas tem que ser trocadas. Mas nós vamos fazer isso através de pessoas, desde que respeitado o modelo de gestão.   

O Diário: Como pretende resolver os gargalos do município?

Fábio Schroeter: Nós temos sempre gargalos na saúde, na educação, na segurança e infraestrutura. Na saúde é sempre complicado por conta das pessoas que vem de outros lugares para serem atendidos aqui, nós já temos uma saúde muito boa a nível estadual, por isso muitas pessoas vem para Campo Verde. Nós já investimos 30% do orçamento total da prefeitura em saúde e isso é muita coisa, vamos continuar investindo o que for necessário para ter uma saúde de qualidade. Temos a UPA que ficara pronta este ano ainda, que vamos colocar em funcionamento e vai proporcionar uma saúde de melhor qualidade para nossa população. Na educação também envolvemos muitos recursos e temos procurado valorizar ao máximo esses profissionais da educação, mas temos melhorar ainda mais, temos também que ofertar mais vagas na educação infantil, que é obrigação do município e temos melhorar a infraestrutura escolar. Na infraestrutura, nosso principal objetivo é o asfalto, é o que mais a população pede, nós fizemos muitos quilômetros de asfalto na nossa gestão, investimos mais de 5 milhões em asfaltamento e galerias pluviais no nosso município de recursos próprios. Não foi possível fazer tudo, mas com toda certeza nós vamos eliminar esse problema no próximo mandato, que para mim é prioridade. Nosso aeroporto também é importante, nós temos que pavimentar esse aeroporto e não vamos descansar enquanto essa pista não estiver pavimentada. Através disto, vou pegar o gancho para chegar na geração de empregos, com toda essa infraestrutura bem feita e concluída, nós vamos criar condições para que novos investimentos venham para Campo Verde, com esses investimentos mais emprego e renda seriam geradas no município. A geração de empregos que também é um gargalo e com a chegada de mais empresas seria resolvido, até porque muitas pessoas vem de todos os lugares para Campo Verde devido a fama da cidade. Também temos que apoiar melhor nossa agricultura familiar, nós já temos feito um grande trabalho através da nossa secretaria de agricultura, mas temos que ampliar isso, porque o pequeno produtor tem que ser valorizado sempre, ele precisa de boas estradas, de insumos, de assistência técnica. Percebemos que tudo que investimos em agricultura familiar, retorna para o município, ele movimenta o comércio local, produz alimentos para população e isso é muito bom. Vamos levar mais programas habitacionais para população, hoje está complicado com o governo federal, mas acredito uma recuperação e em breve esses programas devem voltar a liberar fundos, para construção de casas para a população, e nós vamos buscar esses recursos.  Em relação ao esporte, nós queremos continuar esse trabalho que já vem sendo feito, hoje são 1500 crianças nas escolinhas, que vamos continuar ampliando. Então são esses nossos projetos para acabar com os gargalos e muitos outros que estamos divulgando na campanha.

O Diário: O que espera da campanha em 2016 ?

Fábio Schroeter: A campanha é assim, todo mundo abraçado, levando nossas propostas a população. Espero que recebam muito bem nossos candidatos a vereador, o Prefeito Fábio que é candidato a reeleição, nosso Vice Milton Garbugio , trabalhando com muita seriedade e respeitando o contraditório, a população e os opositores. Vamos com muita força, com muita garra e depois de eleito formatar como vai funcionar nossa próxima gestão.

 

Fábio encerrou com suas considerações finais.

 

O candidato Cesinha (PP), também nos concedeu entrevista e falou sobre uma gestão humanizada, mais próxima a população de Campo Verde, acompanhe a entrevista na integra.

O Diário: Quais seus objetivos para Campo Verde ?

Cesinha:  Meus objetivos são colocar a cidade de Campo Verde entre as maiores do estado de Mato Grosso. É claro que não esquecendo da condição de dignidade da pessoa humana no quesito de melhora da qualidade de vida, tanto na área da saúde quanto na educação e segurança pública.

O Diário: Para o futuro do município, o que você espera ?

Cesinha: Para o futuro do município eu espero na minha gestão, colocar pessoas extremamente capacitadas, para que sejam próximas a população, sabendo a realidade dos nossos munícipes.

O Diário: Para isso você pretende realizar mudanças ?

Cesinha: Sim a mudança é extremamente salutar, eu acredito que é isso que as pessoas esperam, e vamos fazer isso com atitude. Nós entendemos que temos que gastar a sola do sapato indo a Brasília, a Cuiabá, trazendo recursos para esta demanda tão grande que existe no nosso município em todas as áreas.

O Diário: E qual será o modelo de gestão ?

Cesinha:  Será um modelo de gestão extremamente democrático, nossos pilares serão a atitude a inovação e a humanização. Atitude para colocarmos o pé na estrada, irmos até Cuiabá, Brasília, correr atrás de recursos em todas as esferas. E não esquecendo de inovação indo atrás de ideias, nossos programas estão mostrando isso, nós vamos pegar as melhores ideias de todos os lugares do Brasil e fazendo uma gestão extremamente eficiente. Também não esquecendo da humanização, vamos humanizar todas as áreas do setor público, tanto para os nossos colaboradores como para os contribuintes.

O Diário: Como você pretende lidar com os gargalos do município ?

Cesinha:  Na área da saúde entendemos que precisamos trazer mais especialistas médicos, não esquecendo da aquisição de equipamentos, para que a população possa ficar na cidade e não tenha que se deslocar até outros municípios para serem atendidos. Nós entendemos que na área da educação precisamos investir em escolas, porque 300 novos alunos entram nas escolas todos os anos. Precisamos também trazer mais faculdades para cá, evitando que jovens tenham que andar entre 100 e 150km todos os dias. Entendemos que na área da segurança pública exista um grande gargalo, então vamos fazer uma parceria com as policias civil e militar para isso seja contemplado.

O Diário: O que esperar da Campanha 2016 ?

Cesinha: Nós estamos muito otimistas, entendemos que o gestor público tem que estar junto ao povo, não somente na época eleitoral. Ele tem que gostar de gente e isso nós identificamos muito com o povo, eles estão felizes por saber que vou ser um prefeito não somente de gabinete, mas sim junto com o povo.

 

Cesinha ainda realizou suas considerações finais antes de encerrar.          

VÍDEO

Comente esta notícia

Adelita Neres de Souza 06/09/2016

Gostaria de ouvir os candidatos a prefeitos prometesse e trouxesse industrias a nossa cidade, cidade só. Cresce com industrias e não vejo essa preocupação nos mesmos, vejo o exemplo de Primavera como cresceu pq? Industria, os planos de governar a cidade infelismente está muito aquém do desejo dos Campoverdenses

positivo
1
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Rua Rondonópolis - Centro - 91 - Primavera do Leste - MT

(66) 3498-1615

[email protected]